Nos livros de filosofia, há momentos de definição. Seja antes da análise ou como uma conclusão dela, são nestes momentos que nos deparamos com a ação própria do pensamento filosófico: a organização das ideias na forma de conceitos. L’homme révolté, eis um livro cheio destes momentos. Ao longo do “ensaio” (como o autor se refere ao livro), vários conceitos me chamaram atenção, mas um deles em especial:

“[…] uma subjetividade interminável imposta aos outros como objetividade: é a definição filosófica do terror. […]” O homem revoltado, Albert Camus p.280

Se o Terror é a imposição de termos subjetivos tomados como objetivos, estamos muito mais acostumados a conviver com “terroristas” do que imaginamos. No sentido filosófico em questão, a realidade, tomada como plena, só pode ser objetivada se for recortada. Explico: apenas a escolha de um determinado aspecto e a consequente recusa de outro pode fazer surgir uma objetividade de uma realidade plena de significações possíveis. Como toda escolha é interpretação, é portanto subjetiva, pessoal. Camus vai além:

“[…] Esta objetividade não tem sentido definível, mas o poder lhe dará um conteúdo quando declarar culpado tudo aquilo que não aprova.”

Ao tomar a subjetividade e elegê-la como objetividade, dá-se o primeiro passo no sentido do terror, da opressão, da negação. O segundo passo, muito mais cruel, é usar do poder instituído (pelo Estado, pela Família, pela Igreja por exemplo) para afirmar essa nova objetividade, declarando “culpadas” todas as outras escolhas possíveis.

Nesse sentido, qualquer privação deliberada de informação é um ato terrorista, pois recorta a realidade sob a alcunha de defini-la. A Mídia monetarista, elitista, interesseira, excludente, parcial de nosso país é uma ótima institucionalização desse conceito de terror. Isso sem nem comentar os anúncios que ela veicula!

Quem define (definir não deixa de ser objetivar) o que é bonito e o que é feio?  Qualquer um! Veja que o problema não é tornar objetivo para si, mas empurrar aos outros. Fazer o outro engolir sua ideia acerca do real. Ou será que as capas de revista de estética discutem com a população qual a referência de beleza feminina da vez?

Peguemos o exemplo mais corriqueiro de terrorismo de nosso tempo: o atentado às Torres Gêmeas de 11 de setembro. Há alguma relação do fato com o conceito exposto? Lembremos o básico do conceito de Jihad para o Islã: no alcorão, o conceito está associado ao empenho, mediante vontade pessoal, na busca por uma fé perfeita. O processo que levou da interpretação das palavras no alcorão aos aviões se chocando contra as torres pode ser considerado terrorista na medida em que se percebe o quanto a lógica da objetivação foi necessária. Para alcançar o fim último, “empenho” tornou-se “sacrifício”, o poder armamentista foi o meio para afirmar esta objetividade inquestionável. Se, apenas por um momento, os pilotos dos aviões questionassem aquela visão construída arbitrariamente sobre os textos, provavelmente eles não teriam escolhido o suicídio e o assassínio em massa como os caminhos para a salvação. Eis o poder da interpretação.

s02_2H469523

Escrito por Rafael Lauro

Sou formado pelos livros que li, pelas músicas que toquei, pelos filmes que vi, pelas obras que observei, pelos acontecimentos que presenciei e pelos relacionamentos que tive. Sou uma obra aberta.

12 comentários

  1. Querido sobrinho,apreciei muito as suas palavras sobre o ‘TERROR’ mas como sou um ‘PENSADOR DE BUTIQUIM’ sem altos diplomas,mas fiz a faculdade da vida,que por meio de erros e acertos ,fui me formando.Querido,gostaria de saber os sábios,intelectuais,filosofos e grandes pensadores ,por que tantas ilustração acadêmica,mas que na vida real nem um deles aplicou.Exemplo:Freud pai da psicanálise escreveu grande livros sobre a hermenêutica da presopopéia,mas ele mesmo era viciado em cocaina.Em nome da ciência ele se drogava .Outra pergunta do “Pensador de Butiquim” tantos escritos sobre paz e harmonia entre os seres humanos,por que não há paz???? Outra pergunta:AS Religiões estão agora expondo o que há de melhor em suas fileiras,Fanatismo dos Iatolás,pedofilia,imoralidade ,prostituição dentro dos muros do Vaticano,Vaticano e a lavagem de dinheiro da Máfia,Se formos para o lado dos prostestantes ai sim a lavagem de dinheiro é ainda pior.Pastores milionários tosquiando suas ovelhinhas.Pode algum filósofo acabar com isso ??? Pode algum filósofo acabar com as guerras,atravez de seus pensamentos ???? Veja o Link abaixo:

    http://www.paz.dlauro.com.br

    Querido sobrinho gosto muito de você e apoio seus estudos e pesquisas na vida,mas tente exergar alem do óbvio.

    abraço forte.

    Curtir

  2. Oi tio,

    Seu comentário tem muitos assuntos, difícil respondê-los todos. Em vários momentos me pareceram perguntas retóricas, mas mesmo assim vou tentar responder.

    Eu acho que a filosofia não se restringe a academia, portanto tanto faz se há diploma ou não. Entretanto, o ambiente acadêmico é, muitas vezes, propício para que as ideias entrem em circulação. Digamos que, fora dele, as ideias são mais canalizadas e represadas. Mas existem espaços como este blog (e muitos outros por aí) que estão à parte da academia. Este texto eu não escrevi sobre nenhuma aula “da academia”. Escrevi pois achei esclarecedor o conceito que li no livro do Camus.

    Sobre a questão da biografia dos autores, acho sua crítica pertinente. A filosofia e a biografia de determinado autor andam juntas, ou pelos menos deveriam. Conheço as ideias do Freud e um pouco da vida dele e também discordo, não sou eu quem vai defendê-lo. Entretanto, não podemos nos reduzir a apenas um exemplo. É muito reducionista afirmar que a filosofia não sai do papel, nem da academia, nem da cabeça se utilizando de apenas um exemplo. Acho que cada época tem seus expoentes e cada um deles tem seu próprio impacto. Eu pegaria um exemplo melhor: Michel Onfray, filósofo francês, ainda vivo, criou a universidade de Caen, na frança, totalmente gratuita e sem nenhum tipo de processo seletivo nem burocracia.

    Não vi muito sentido na pergunta: “Pode algum filósofo acabar com isso?”. Os filósofos não são um tipo especial de pessoas, são pessoas! A pergunta que mais me interessa é: “Podem as pessoas unidas acabarem com isso?”. Aí sim eu posso responder que imagino que sim, e que a filosofia, através de seus interessados, pode ajudar.

    Vi todas as fotos e citações bíblicas do link. Me pareceu que o você quis dizer que sem Deus não conseguiremos nada. Entendo e respeito sua opinião.

    Enxergar além do óbvio é essencial e é que o tenho tentado fazer diariamente, tenho que admitir, estou me saindo bem.

    Obrigado por passar aqui e discutir as ideias. É nesse troca que saímos ganhando.
    Um abraço!

    Curtir

  3. A consciência nos revela as melhores experiências para nossa evolução. O que parece amargo muitas vezes se torna doce quando deixamos dissolver dentro de nós.
    Somos o que pensamos e escondemos.
    Nada ficará oculto por muito tempo, tudo se fará claro ao se permitir escutar.
    Não somos frutos do meio, somos frutos do que plantamos.
    No desperta desse chamado nada será revelado diante das trevas, somente com a busca na Luz que tudo se fará claro.

    Faça hoje sem esperar o amanhã, com toda a tecnologia podemos alimentar mais e mais nossos laços, só depende de nós! Estamos juntos nessa caminhada que se chama vida de momento.
    Um desejo que te peço, transforme o quanto antes os vícios em virtudes. Se conheça verdadeiramente, mergulhe no seu interior e reflita. Encontrará os segredos e mistérios para todas as suas perguntas.
    Fique com o Grande Criador! Ele te conhece te guia e te ilumina, mas temos que fazer a nossa parte sem ela nada será dado somente cobrado. Examine tudo e todos, hoje seu futuro depende somente do seu presente.

    A pior ambição do ser humano é querer colher os frutos daquilo que nunca plantou

    ” O futuro não é um dom, é uma criação, criamos como vivemos”
    Innerspace

    A terra continua em grande evolução para muitos são evoluções negativas e para outras positivas.
    Eu prefiro acreditar que tudo parte de um ponto que se encontra dentro de cada um.

    A sua visão só se tornará clara quando puder olhar para seu próprio coração. Quem olha para fora sonha; quem olha para dentro desperta

    Acorda povo ignorante!
    Pela verdade que usa seu radicalismo como arma e sua opressão como ardor…
    Para mim não existe diferença entre Hilter e um idealista radical.

    O homem que ignora o saber pensar, morre replicando conceitos e verdades estabelecidas engessadas.

    Existe três estágios na evolução humana que devemos passar.

    Primeiro estagio: Pensamento fixo.
    Tudo aquilo que você fixa como único e verdadeiro e absoluto.

    Segundo estágio: Pensamento flexível.
    Quando pensamento fixo vence o estágio de obsessão e deixa fluir outras verdades sem fixar em um só pensamento.

    Terceiro estágio:
    O absoluto, INTELIGÊNCIA, quando ficamos no vazio sem pensar, usando somente a reflexão. Esse caminho nos traz o profundo saber e revela a única verdade.

    A inteligência não se resume como um ser intelectual e sim com um SER HUMANO.

    Temos que ser eterno UNO
    Todos somos Um!
    Bj no coração de todos.

    Espero que tenha contribuído, primo e pai. Amo debater o que vive e habita dentro de mim.

    Curtir

  4. QUERIDO RAFA TENTANDO RESPONDER A SUA PERGUNTA A pergunta que mais me interessa é: “Podem as pessoas unidas acabarem com isso ?” Vamos analisar a questão da união na sociedade humana. Quando somos crianças a divisão e a política divisória começa a fazer a consciência das crianças,pois tantos os pais como os formadores de consciência lhes imputam que a criança tem que ser o melhor em suas realizações,o melhor da classe,o melhor do time de futebol,o melhor da escola,o mais inteligente.Dai quando o jovem cresce outras coisas que trabalham contra a união ,são os times de futebol que lhes ensina que o seu time é o melhor.Dai quando homem formado ele terá que apoiar o melhor partido político.Sem contar que desde de pequeno se faz uma lavagem cerebral impondo nas crianças que a sua pátria é melhor do que a pátria de outros.Hoje a sociedade consumista ensina que se uma criatura não tiver um nível universitário ele jamais será bem sucedido na vida.Jamais terá como sobreviver e jamais será feliz. Se a criatura não for rico jamais será feliz .Um “Pensador de Butikin” como eu olho para estas pessoas com uma sensação de pena e preocupação.Pois quando acabam de se formar vêem que o principal que seria o trabalho não há.E agora o que fazer com os canudos ??? Bem a sociedade ai lhe explica,faça um ‘MESTRADO’ pois com o mestrado você estará realizado.Após o mestrado surge a mesma pergunta.Há mercado de trabalho suficiente para tantos “MESTRADOS’.Será a iluminação acadêmica certeza de pleno emprego ? E digo mais, de plena felicidade ?
    Deixe lhe contar uma história viva,nós prestamos serviços de implantação de bibliotecas jurídicas na residência de um alto jurista de Salvador.Sua esposa é formada em Psicologia com Mestrado em Harvard ,mas ficamos sabendo que seus dois filhos uma moça e um rapaz,fazem terapia com psiquiatras.Pode algum me explicar que uma mãe que é PHD em psicologia não consegue ajudar seus próprios filhos ??? Que erudição é esta que na prática não há aplicação ??? Continuo a dizer tenho pena destes eruditos e pensadores que vivem uma vida utópica e viajando sempre na maionese,mas esquecendo que a vida é aqui na terra e que os problemas acontecem aqui,as soluções tem que ser achadas para serem aplicadas aqui,no seio da família,no seio da sociedade e para o bem estar dos humanos.Pode um PHD destes me explicar por que a humanidade ,assim como Roma antiga,está em plena decadência moral.Digo decadência moral de decência.moral sexual,moral de valores,moral de respeitar o outro ser humano com seus direitos .Por que um outro ser humano mata o seu próximo por um par de tenis ????

    Curtir

    1. Eu não vou dizer que a situação está boa, pois não está! Mas trabalhar por uma mudança, a principio, individual e, depois, comunitária tem sido um pensamento interessante. Longe de mim com a presunção de querer mudar o mundo, até porque este muda e se transforma a todo instante indepentende da minha existência. Concordo com que uma certa segregação está presente na nossa educação e cultura. Mas ainda acho possível buscar uma solução, por mais que microscópica.

      Com relação ao meio acadêmico, ao trabalho, ao mestrado: É difícil para todos. Com formação ou não. Por isso, acredito que a entrada para a escola de nível superior deve partir por vontade própria e não por pressão social ou familiar. Não vejo a erudição como a raiz do problema, mas como um possibilidade de relacionar-se com a realidade. Entendo à sua crítica a uma academia alienada e distante da sociedade, este é um dos muitos defeitos dela, mas não nos reduzamos a isto. Ela tem muitas qualidades também!

      Sobre o caso da psicóloga, não tenho contato com a realidade dela, nem a dos filhos para fazer-lhes algum julgamento. Não posso me reduzir ao rótulo de “PHD” para pensar todo o aparato psico-social que envolve uma pessoa.

      A decadência moral e o atual niilismo da nossa sociedade é um assunto extremamente complexo. Uma moralidade única e absoluta simplesmente não me parece possível, outras soluções teram de ser pensadas.

      Um abraço!

      Curtir

  5. Muito bom teu texto, Rafael. Lendo o que escreveu, lembrei-me da obra Eichmann em Jerusalém de Hannah Arendt, e pensei: será que não poderemos pensar no terrorismo na perspectiva arendtiana de “banalidade do mal”? Eis meu questionamento. O que pensa acerca disso?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Sem dúvida é, não só possível, como interessante, Maddie!

      Pensar na definição de Camus como um a de um MicroTerrorismo, banalizado na ação mais ordinária e a de Harendt como a um Terrorismo institucionalizado. Elas parecem se complementar bem …

      Curtir

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s