Escrito por Rafael Trindade

Artesão de mim, habito a superfície da pele, atento para o que entra e sai.

1 comentário

  1. O que dizer da obra desse grande gênio que foi Samuel Beckett? É simplesmente fenomenal a forma simplória porém profunda em que ele aborda nos seus textos a fria condição humana.
    Sejam em suas peças de teatro, romances, contos ou poesias, todas elas são sempre extremamente intrigantes.
    Aquele sofrer com a condição humana, a angústia em lidar com a nua e crua realidade mundana e o forte niilismo que após dois séculos desde o início de seus escritos ainda nos assola tão fortemente a ponto de declarar Beckett, assim como Dostoiévski, um dos gloriosos escritores/artistas que escreveram seus pró-diagnósticos citando todos os sintomas que viriam a devastar a alma do homem moderno. Contudo, basta a nós encontrarmos a própria cura.

    Curtir

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s