Para descrever as nuvens
eu necessitaria ser muito rápida —
numa fração de segundo
deixam de ser estas, tornam-se outras.

É próprio delas
não se repetir nunca
nas formas, matizes, poses e composição.

Sem o peso de nenhuma lembrança
flutuam sem esforço sobre os fatos.

Elas lá podem ser testemunhas de alguma coisa —
logo se dispersam para todos os lados.

Comparada com as nuvens
a vida parece muito sólida,
quase perene, praticamente eterna.

Perante as nuvens
até a pedra parece uma irmã
em quem se pode confiar,
já elas — são primas distantes e inconstantes.

Que as pessoas vivam, se quiserem,
e em sequência que cada uma morra,
as nuvens nada têm a ver
com toda essa coisa
muito estranha.

Sobre a tua vida inteira
e a minha, ainda incompleta,
elas passam pomposas como sempre passaram.

Não têm obrigação de conosco findar.
Não precisam ser vistas para navegar.

Escrito por Rafael Trindade

Artesão de mim, habito a superfície da pele.

5 comentários

  1. Uau!!! Que descoberta! =))))))

    “Comparada com as nuvens
    a vida parece muito sólida,
    quase perene, praticamente eterna.”

    Gostei dessa imagem: vida-nuvem. Um quê de instante e eternidade!(Fiquei pensando nesse encontro)

    Curtir

    1. Sim! Grande descoberta pra mim também! E olha o nome do poema, quem poderia esperar?
      Olha, tem um texto cujo nome é “instante e eternidade” nos rascunhos, esperando pra ser postado, espero que seja um bom encontro quando acontecer.

      Curtir

  2. Sim! O nome me chamou super a atenção(claro,hehe)!!!!

    Mentira!!! Jura? bem com esse nome? espero que seja postado logo, fiquei curiosa!!! =) Alguma previsão de publicação?

    Curtir

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s