Foucault – O que é a Verdade?

R$150,00

Curso online gravado (como funciona?)

Aula 1 – Parresia
Aula 2 – A Morte de Sócrates
Aula 3 – A Reversão Cínica
Aula 4 – A Soberania Cínica

Carga horária: 8 horas
Emitimos certificado simples.
Gravado ao vivo em abril de 2018.

Quer um desconto? Torne-se um assinante comprando: Seja um Assinante! – Insensato ou Seja um Assinante! – Insubmisso!

Categorias: , Tag:

Desconheço como vós, homens de Atenas, fostes afetados por meus acusadores. Quanto a mim, por pouco não perdi a noção da minha própria identidade tal a persuasão com que discursaram. E, no entanto, dificilmente haja uma única palavra de verdade no que disseram” – Sócrates

O que é a verdade? Algo escondido por trás dos fenômenos? Algo enterrado dentro de nós? Algo por se descobrir? Todos os filósofos fizeram estas perguntas e as respostas foram sempre as mais variadas possíveis.

No final de sua vida, Foucault volta-se para os antigos tentando esclarecer aquilo que eles compreendem por “cuidado de si”. No meio de suas pesquisas, o filósofo francês depara-se com diferentes manifestações da verdade e das diversas maneiras de pronunciá-la. Ou seja, descobre que a própria noção de verdade possui uma história, uma genealogia.

Seguindo este raciocínio, o filósofo francês realiza uma guinada em sua obra filosófica, em vez de perguntar-se pela verdade que nos é imposta, a partir de jogos de poder, ele concentra-se nas múltiplas maneiras que um sujeito encontra de dizer a verdade de si mesmo. Qual é a maneira pela qual a verdade se manifesta? Pelo discurso? Pela meditação? Pela ascese?

Ao longo seus estudos, Foucault percebe que o estatuto da verdade quer entrar na própria espessura da existência, quer manifestar-se, expressar-se num modo de vida. Sendo assim, em vez de perder-se nos labirintos da verdade da vida, a grande virada acontece somente quando passamos a nos questionar: o que é a vida de verdade?

Dúvidas sobre o funcionamento do curso? Veja as perguntas frequentes!