Dois anos e já queremos dizer aquilo que somos e não somos. Sim, é ousado, mas é preciso. Ousadia é para nós uma prerrogativa, tal como a prudência. Se nos definimos como uma Razão Inadequada foi para contrapor-se, mas se dissemos “Não” é porque antes gritamos “Sim” para nossas ideias. Ouvimos o corpo, o barulho da cidade, escutamos o ritmo das frases de filósofos que admiramos e decidimos dar nossa pequena contribuição ao cenário da filosofia no Brasil e no confuso mundo da internet.

Nos acusam de superficiais, e nós agradecemos. Nos pedem que sejamos profundos, mas nós mal atingimos a superfície de nós mesmos. Nos chamam de loucos, ridículos, até mesmo utópicos, mas eles não sabem que estes são nossos momentos mais lúcidos. Sabemos que é impossível viver mundos utópicos, por isso lutamos diariamente para viver o mundo real. Isto nos torna muito melhores e muito piores que Deus. Fizemos da liberdade um fim e um meio, mas sentimos que ainda nem começamos.

Se inauguramos esta página foi simplesmente para ampliar encontros, quebrar imagens, criar e fazer fluxos passarem. Nosso território é online, mas já extrapolamos e caímos em livrarias, palestras e outros eventos. Nosso territórios criados dia a dia, quebram nossos limites, expandem nossas fronteiras. A velocidade é necessária neste mundo paranóico, mas seguimos de forma a deixar para trás tudo de pesado. Cada letra, cada palavra é uma nova batalha. Hoje, tudo que nasce tem vida curta, nosso blog nasceu para consumir-se e viver perto do fogo. Se vivemos é porque nos reinventamos continuamente.

Não se filosofa nem se vive uma vida filosófica sozinho, mas tampouco com qualquer pessoa.  Neste ponto temos que admitir que nos preocupamos em devir-filósofos, sim, nossas partículas aproximam-se cada vez mais das vibrações daqueles que filosofaram antes de nós. Mas faremos isso do nosso jeito, e criaremos nosso próprio modo de filosofar. Esta série, tema da nossa segunda revista, aborda a questão O que é filosofia, tanto do nosso próprio ponto de vista quanto dos filósofos com os quais temos afinidade.

o-pensador-de-rodin

Ps: Vários destes textos  estão na nossa segunda revista!

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s