"aquele que fala de revolução sem querer mudar a vida cotidiana, este tem na boca um cadáver"
“aquele que fala de revolução sem querer mudar a vida cotidiana, este tem na boca um cadáver”

Esta frase é baseada em uma frase dos Situacionistas: Ceux qui parlent de révolution et de lutte de classes sans se référer explicitement à la vie quotidienne, sans comprendre ce qu’il y a de subversif dans l’amour et de positif dans le refus des contraintes, ceux-là ont dans la bouche un cadavre. » (Raoul Vaneigem, 1967).

Aqueles que falam de revolução e de luta de classes sem se referir à vida cotidiana, sem compreender aquilo que há de subversivo no amor, de positivo na recusa do constrangimento, estes carregam na boca um cadáver” – Raoul Vaneigem

Esta frase não ficou tão famosa, mas a considero uma das mais importantes: a vida cotidiana, o caminho diário. Sem holofotes, sem fotos nos jornais, sem grandes manchetes ou comemorações. Aquele que não entende a vida cotidiana, aquele não não faz de sua própria vida um ato revolucionário, este tem na sua boca um cadáver. A micropolítica nasce aí, os microfascismos também.

O comum, os laços que se formam nos encontros se mantêm e se renovam pelo hábito. Não há mais espaço para os idealismos e para as grandes utopias filosóficas; esta página não será responsável por novas transcendências. Utopia significa aquilo que não tem lugar, nós temos lugar, é o aqui e o agora, ocupamos nosso espaço na existência. Somos nômades, mas nos movemos pelo território do real. Nosso papel principal dá-se no cotidiano.

É preciso entender o que há de subversivo no amor, de forte nos laços que criamos, eles estão mais vivos que qualquer sonho. É preciso recusar os constrangimentos, enganar aqueles que nos forçam a não sermos nós mesmos. Não se fala de revolução sem microrrevolução. A vida cotidiana é o fim e o meio para a liberdade. Tal como a liberdade é o fim e o meio para conquistarmos a vida.

vida cotidianaa

Escrito por Rafael Trindade

"Artesão de mim, habito a superfície da pele" Atendimento Psicológico São Paulo - SP Contato: (11) 99113-3664

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s